Ter pintas no corpo é bastante comum, inclusive em alguns casos são sinônimos de charme, principalmente após o sucesso da atriz Marilyn Monroe e sua charmosa pinta no canto da bochecha.

Porém é importante saber que algumas pintas devem ser observadas com um pouco mais de atenção, pois muitas vezes invés de apenas um sinal, elas podem estar relacionadas a algum problema sério, como câncer de pele.

Uma pessoa tem em média 20 a 30 pintas espalhadas pelo corpo, que podem ter surgido no momento do nascimento ou ao longo da vida. Porém quando uma pinta aparece diferente das outras ou surge pela primeira vez depois do 30 anos de idade, é importante prestar atenção. Se você perceber qualquer tipo de alteração na cor, altura, tamanho ou forma de uma pinta, você deve ir ao dermatologista para que ele possa avaliá-la.

As associações médicas desenvolveram o padrão ABCDE que determina os parâmetros para analisar uma pinta, sendo A de assimetria (caso um lado seja muito diferente do outro), B de Bordas (se há reentrâncias ou contornos irregulares), C de Cor (caso a coloração seja irregular), D de diâmetro ( se a pinta passar de 6 mm, o risco de melanoma é maior) e E de evolução (caso a pinta cresça de forma acelerada).

Para saber mais entre em contato conosco. Aqui na Dermacenter você conta com uma equipe especialista em diversos tratamentos dermatológicos!

Entre em contato conosco no (11) 3865-9595 e saiba mais sobre os tratamentos.

 

Fale Agora!
Como posso te ajudar?
Powered by